Buscar

Setembro Vermelho - mês de combate às doenças cardiovasculares

O dia 29 de setembro foi escolhido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Mundial do Coração e, por isso, foi criada a campanha nomeada como Setembro Vermelho, com o objetivo de alertar a população sobre o perigo das doenças cardiovasculares e a importância da prevenção.


As doenças do coração representam a principal causa de mortes no mundo. No ano de 2015, aproximadamente 17,7 milhões de pessoas morreram por doenças do coração. Entre os meses de março e maio deste ano, a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), divulgou dados que mostram um aumento de 31% nas mortes por doenças cardiovasculares.


Apesar dos altos índices de morte, a maioria das doenças cardíacas, cerca de 80%, podem ser prevenidas com a adoção de quatro hábitos saudáveis: praticar atividades físicas, não fumar, manter uma alimentação balanceada e evitar o consumo de álcool. Seguindo a ideia de conscientização proposta pelo Setembro Vermelho, conheça mais sobre essas formas de prevenção.

Alimentação balanceada


Procure manter uma dieta composta por proteínas, aminoácidos, fibras, carboidratos, gorduras e ácidos graxos. A quantidade de sal indicada para consumo por dia é de até 6 gramas e, quanto ao açúcar, 25 gramas diárias. Além disso, alguns alimentos como aveia, abacate e azeite de oliva extra virgem (2 colheres de sopa por dia) auxiliam na redução do colesterol ruim.


Pratique atividades físicas


As atividades físicas, assim como uma boa alimentação, são recomendadas não somente quando se trata de saúde do coração, mas em relação à saúde de todo o corpo, já que o benefício é físico e mental.


Uma boa dica é que caminhar uma hora por dia já ajuda a diminuir os riscos de doenças cardíacas. Além disso, hábitos simples como passear com o cachorro, limpar a casa, varrer a calçada ou o jardim, subir e descer escadas, também são considerados atividades físicas e agem na quebra do sedentarismo.


Combata os fatores de risco


As bebidas alcoólicas, o tabaco e outras drogas são prejudiciais ao coração, e, por isso é muito importante evitá-las. Caso você possua patologias que são considerados fatores de risco para doenças cardíacas, como hipertensão ou diabetes, é ideal deve seguir corretamente o tratamento indicado por um médico. Para os indivíduos que estiverem acima do peso, a adoção de uma alimentação saudável juntamente à prática exercícios físicos são ideais para se atingir o peso recomendado.


Além disso, check-ups do coração geralmente começam a ser feitos a partir dos 30 anos, mas pessoas que possuem histórico familiar de doenças cardiovasculares podem começar antes.


Você conhece os sintomas de algumas das principais doenças cardiovasculares?


Infarto: falta de ar, suor frio, dor na região próxima a estômago, costas ou braço esquerdo.


Insuficiência cardíaca: tosse seca, cansaço em excesso, palpitações, falta de ar, inchaço nos pés e nas pernas.


Acidente vascular cerebral (AVC): dor de cabeça súbita e intensa, desmaios, confusão mental repentina, formigamento, fraqueza ou redução da força de um lado do corpo, perda de visão súbita em um dos olhos, mudanças da fala, dificuldade de compreensão e desvio labial.


Fontes:

Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil)

Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC)

Hospital Sírio-Libanês