Buscar

Cuidados necessários para prevenir a hipertensão


Nesta sexta-feira, dia 26 de abril, é celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão. A data nos leva a refletir sobre como nossos hábitos diários podem ajudar a combater esse problema.

A hipertensão arterial, conhecida como popularmente como pressão alta, é o aumento demasiado e por longo período da pressão que o sangue exerce sobre as artérias ao circular pelo corpo.

Isso pode trazer consequências graves principalmente ao coração, e causar doenças como infarto, acidente cardiovascular cerebral (AVC), também conhecido como derrame, insuficiência renal, perda de memória, entre outras coisas.

Prevenir-se é o melhor caminho para evitar quaisquer tipos de problemas. A hipertensão é uma doença discreta, que pode manifestar-se subitamente e causar grandes problemas.

Por isso, além de medir a pressão regularmente, você pode adotar alguns hábitos saudáveis. Confira!

. Mantenha uma boa alimentação: consuma frutas, verduras e peixe. Além disso, evite frituras e alimentos embutidos;

. Consulte um profissional de saúde regularmente: o médico sempre indica o melhor diagnóstico e as formas ideais de tratamento;

. Fique de olho no colesterol e na diabetes, eles também trazem riscos para seu coração;

. Pratique atividades físicas regularmente: 30 minutos por dia de caminhada e outros exercícios já contribuem e muito para sua saúde;

. Consuma menor quantidade de sal: preste sempre bastante atenção a quanto sódio têm os alimentos que você ingere e evite produtos prontos;

. Abandone o stress, não fume e controle seu peso corporal;

. Para quem já realiza o tratamento contra a hipertensão, em nenhum momento abandone a medicação, e tome-a sempre na frequência correta.

Como já dissemos, medir sua pressão é essencial.

Cheque nossa tabela, conheça os indicadores e o que eles

representam.

Não se esqueça, nós da Ergo estamos sempre disponíveis para te informar e auxiliar quanto a hipertensão.

Se precisar entre em contato conosco através do nosso site ou pelos telefones:

(32) 3215-5038 | 3232-1019 | 3232-4828 | (32) 9 9977-4581

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia